Pages

domingo, 8 de maio de 2011

Parte de mim

Parte de mim saber que precisa de minha presença a todo tempo,
parte de mim.
Parte de mim ouvir sua voz e saber que você sente minha falta,
parte de mim.
Parte de mim cuidar de você e abrir mão de qualquer coisa pelo seu bem estar,
parte de mim.
Parte de mim ser tudo pra você, seu colo e seu amanhecer,
parte de mim.
Parte de mim te dar amor, carinho, atenção,
parte de mim.
O amor dos meus olhos reflete para todos que me cercam, pois você é o horizonte que faltava em minha vida, é parte de mim, pedaço que se transformou no Tudo.


Já são 5 anos de maternidade, separei em etapas só pra registrar mesmo.
GRAVIDEZ: Engravidei no final dos meus 19 anos, descobri em Março de 2006. Nunca tinha bebido 1 dose de vodka, descido até o chão, saído do Nordeste ou viajado pro exterior, muitas coisas faltavam-me fazer sozinha antes de compartilhar meu tempo e minha vida com outro alguém. Quando me deparei com a notícia fiquei bastante assustada, principalmente envergonhada, pensei: todos vão me chamar de safada que não usou camisinha! mas..... quem namora sabe muito bem que sustos o tempo todo acontecem, e que um dia pode vir o "BINGO"!
O BINGO veio, e minha cabeça virou uma pilha de ansiedade, de expectativas frustradas e confusas. Ninguém me disse que ia ser fácil. O PARTO: Hospital público, sem família perto, dor do caralho, todos me diziam que doía, mas aquilo foi a dor mais forte que já senti em minha vida, inesquecível, e a única coisa que pensei: como existem tantas pessoas no mundo com uma dor destas? ENCONTRO: Quando eu vi aquela carinha, parecia que eu já o conhecia há muito tempo, inesquecível aquele queixinho, olhinho apertado, orelhinha amassada.
CRIANDO: o tempo passou, em pouco tempo me vi só para cria-lo, fui me tornando mãe, tentando conciliar com estudos, e minha idade, afinal, era muito jovem e não podia perder totalmente a juventude já que eu tinha o apoio da minha mãe, graças a Deus. Foram tantas surpresas, sorrindo, falando, andando, demonstrando carinho, opiniões, ninguém me disse que seria fácil, mas também ninguém me disse que seria TÃO BOM.
DEPOIS DELE: minha vida ficou mais colorida, tudo tem um sabor mais gostoso, tudo tem um sentido mais sólido, tudo é muito mais tudo do que vazio. Depois dele eu me sinto mais gente, eu me sinto mais amada, mais bonita, mais inteligente, mais forte, mais MÃE. A maternidade é a melhor coisa da vida, agora entendo porque as atrizes sempre falam na revista CARAS que o sonho da vida delas é ser mãe. O filho eu já tenho (O SONHO REALIZADO), só me falta a grana DELAS (HÁ DE VIR).


Parabéns a todas as mães, pois nós sabemos o que há no fim do arco-íris, pois apesar de todos os sofrimentos das responsabilidades e renúncias, sempre vemos tudo de um modo mais colorido. Desejo que todas as minhas amigas tenham esse prazer um dia! Obrigada a minha mãe por me aguentar e ainda me amar, eu não seria nada sem ela!

1 comentários:

Gily disse...

add, feliz dia das mães... quem daqui a 2 anos tb comemoro esse dia hahhah bjos Gily

Postar um comentário